Responsive image

Filosofia na infância da vida escolar
Projeto de Internacionalização CAPES - PrInt
Vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UERJ - ProPEd

O projeto prolonga um trabalho entre filosofia, educação e infância, tanto desde a perspectiva da experimentação filosófica com crianças pequenas até a formação de professorxs, a partir de três conceitos articuladores: emancipação, infância e experiência. A emancipação é considerada, a partir de J. Rancière (2002; 2003), uma exceção à lógica da instituição, quando há uma igualdade fundamental entre os sujeitos envolvidos, para além de sua idade, classe social, etnia, gênero. A infância é uma categoria da subjetividade que permite pensar os sujeitos da aprendizagem para além da cronologia (Lyotard, 1997), bem como os cruzamentos entre temporalidade, transformação e subjetividade (Deleuze; Guattari, 1995). Diz respeito, por tanto, à infância de professorxs de creches e escolas. Finalmente, a filosofia como experiência de pensamento considera que a instituição escolar pode acolher um pensar disposto a colocar em questão seus pressupostos, comprometido na problematização de si e do mundo.

Este projeto de pesquisa em cooperação internacional foi selecionado no edital 41/2017 - CAPES PRINT UERJ, com vigência de agosto de 2018 a julho de 2022. Para a CAPES, entende-se como projeto de internacionalização parcerias e intercâmbios regulares com grupos de pesquisa no exterior, envolvendo missões de trabalho de docentes e/ou missões de estudo de doutorandxs, bem como previsão de atividades dxs docentes como professorxs visitantes (pós-doutorado) juniores ou seniores no exterior, recebimento de alunxs e professorxs estrangeiros e cursos de capacitação, presenciais ou à distância.



Gravura do logotipo: O Mundo, para Dominique Barenco, 6 anos.